domingo, 25 de setembro de 2011

FOME CULTURAL



Adoro teatro.
Sempre que tenho oportunidade vou ver as peças que aqui em Vitória vem.
Acabo de chegar de um programa que incluíu uma peça com vários atores globais.
Uma comédia (segundo o encarte); para mim uma tragicomédia.
Cheguei pensando em como as últimas três peças teatrais que aqui assisti não me tocaram.
Sou ávida por cultura. Por boas peças. Bons espetáculos.
Tenho fome cultural.
Preciso e curto cultura. Ela nutre a minha alma e meu corpo.
Mas ao mesmo tempo, não é qualquer alimento que me nutre.
Não é necessário que se tenha atores consagrados.
É necessário que se tenha um texto inteligente e atores bons.
A leveza me conquista.
Quem tem fome não é exigente...
Mas não é bobo...
Alimento que nutre é o que toca o corpo e a alma.


6 comentários:

Mônica disse...

Licia
Eu gosto de teatro, mas todos os que fui de adultos me deram vontade de dormir.
Ou então é tanta bobagem, que não consigo sorrir de tão sem graça.
Mas os infantis. Eu ADORO!
pena que aqui em casa não tem mais crianças!
mas mesmo assim fui em um estes dias e amei. O gato de botas.
com carinho Monica

Lucia Luz disse...

Moniquinha querida
Concordo com você.
Umas me deram sono, monótonas demais.
As outras duas muita bobagem e agressividade.
Para vc ter uma ideia a de ontem um dos atores saiu com a orelha sangrando...tá doido né?
Quando souber de um infantil legal em BH te aviso tá?
Beijinhos

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Gosto muito e teatro. A sério, não de musicais ( excepto os celebérrimos musicais ingleses, claro...) A escolha de qualidade, no entanto, não é muita por cá.
Beijinhos

Lucia Luz disse...

Carlos querido
Sou como você.
E aqui que sempre tivemos peças belíssimas estamos passando por uma crise de falta de criatividade, apelações e muitas bobagens.
Uma dó.
Beijinhos

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Lucia Luz, pensei que eu fosse o último dos moradores neste mundo que saboreiam cultura. Eu detesto modismos e sou meio "pé atrás" com Best Sellers. De cara já penso: Não é porque todo o mundo gosta que eu vou gostar (rsrsrs). Então minha crítica aumenta.
Atualmente tenho visto peças com atores regionais e tenho gostado muito. Tenho sentido a leveza que você cita.
Fujo um pouco dos globais em excursão pelas cidades porque trazem peças com interpretações muito "apelativas". Periga a gente ficar com a cabeça ôca, rsrsrs.
(Tenho que me policiar para não escrever demais, né?).
Beijocas com carinho.
Manoel.

Lucia Luz disse...

Manoel querido

Não se policie.
Gosto e sou até viciada nos comentários.(risos)
Fale a vontade. Aqui a fala é livre.
Voce viu quantos companheiros culturais tem? Ainda bem né?
Por aqui quase não há os regionais. Uma pena.
Quando morava em BH tinha umas ótimas.
Como sou otimista continuarei indo e tentando.
Beijinhos