terça-feira, 21 de abril de 2009

PIT STOP PARA LAVAR A ALMA

Somos obrigados a fazer muitas coisas que não gostaríamos ou que preferíamos não fazer nessa vida.
São coisas necessárias, tudo bem.
E como diz a música : " É preciso saber viver".
Buscar o equilíbrio é mais que necessário.
Por isso procuro fazer pit stops sempre que posso.
Coisas como uma boa música, boa companhia, passeios e viagens, o contato com a natureza, futebol ( de preferência com o time ganhando), fazer inventos, curtir o dolce far niente, a culinária, curtir o sol e seu kit ( céu azul, praia, piscina, animação, energia), tomar sorvete e etc.
Coisas simples sim , mas que lavam a minha alma.
Depois delas saio com a alma lavada,alvejada, engomada, cheirosa e pronta para outras tantas obrigações não prazerosas.

9 comentários:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Ora aí está uma coisa que faço com frequência. Não conseguiria sobreviver sem esses Pit Stop.

Luz disse...

Carlos
Eles são pra lá de necessários.
Boa semana!
Bjim

Mike disse...

Lucia, que é isso, menina? Vai-se machucar aí dentro da máquina... (risos) Eu lavaria a alma na sua Buenos Aires. :)

Luz disse...

Mike,
Rindo muito.
Fui lá na minha Buenos Aires lavar a alma.

vabenne disse...

Já Pascal dizia que a melhor maneira de descansar é mudar de actividade. E ele era matemático: descansava dos números com formulações filosóficas. A palavra "pit-stop" imprime urgência ao acto o que não era a intenção, seguramente, da Luzcia. As mudanças fazem-se com tempo, mesmo as de actividade.

vabenne disse...

Luz,
Só hoje, minha querida é que consegui vir aqui: fiz um Pit stop!!!
Concordo em tudo contigo! É preciso parar no sentido de fazermos aquilo que nos dá realmente prazer, paz, alegria. Parar adquirindo forças para avançar de novo para aquilo que por vezes,não se pode evitar.
Por falar em avançar esse "Vabenne"
"arrancou" primeiro do que eu!!!
Um beijo

vabenne disse...

Luz,
ANTES DE MAIS É A BACOUCA QUE ESCREVE!!!
Caraças o meu namorado anda a usar a minha password?
Reparei agora que ao fazer o meu comentário aparece Vabenne. E assim você já fica a saber quem é!
O último é meu da BACOUCA e já estou a ver que este vai sair novamente como "Vabenne".
Tenho que voltar para trás e pôr o meu nome!

Luz disse...

Vabenne
Realmente não é o caso de imprimir urgência no ato. É uma parada estratégica pra descanso e prazer.
Grande abraço meu amigo

Luz disse...

Bacouca

Era esse exatamente o espírito do post.
Vabenne é ágil e veio fazer uma parada e buscar alegria. rsrsrs
Sinto saudades de vcs