sexta-feira, 14 de outubro de 2011

COMO NÃO FUI EU QUEM FIZ?



É PRECISO SABER VIVER


Quem espera que a vida
Seja feita de ilusão
Pode até ficar maluco
Ou morrer na solidão
É preciso ter cuidado
Pra mais tarde não sofrer
É preciso saber viver

Toda pedra no caminho
Você deve retirar
Numa flor que tem espinhos
Você pode se arranhar
Se o bem e o mal existem
Você pode se arranhar
Se o bem e o mal existem
Você pode escolher
É preciso saber viverVocê pode escolher
É preciso saber viver




É preciso saber viver
É preciso saber viver
É preciso saber viver
Saber viver

Toda pedra no caminho Você deve retirar
Numa flor que tem espinhos

É preciso saber viver
É preciso saber viver
É preciso saber viver
Saber viver
Saber viver


É preciso saber viver
É preciso saber viver
É preciso saber viver
Saber viver Saber viver

4 comentários:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Infelizmente, querida Luz, neste país de onde lhe escrevo já nem esse direito nos dão.
Bom fds com beijos que não estão em obsolescênciA

Lucia Luz disse...

Carlos

Adorei os beijinhos moderninhos.
E esse país ainda há de dar muito orgulho a todos nós. Creio nisso.
Bom fim de semana

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Lucia Luz, que delícia ouvir isso. Sem gritarias e cheios de harmonia determinaram para nós que "é preciso saber viver".
Agora é fazer as escolhas, né?
Beijo no seu coração.
Manoel.

Lucia Luz disse...

Manoel

Essa é a parte difícil. Fazer as escolhas!
Beijinho carinhoso