quinta-feira, 28 de maio de 2009

HAIKAI


Conheci os Haikai com o autor brasileiro Rubem Alves.
E ele também me passou a paixão pelos mesmos.
Haikai é uma forma poética de origem japonesa. Nela é valorizada a concisão, a objetividade sem perder de vista o belo e a poesia.
O Haikai tradicional possui uma linguagem simples, não tem rima e é estruturado em três versos que somam 17 silabas poéticas distribuidas assim:cinco sílabas no primeiro verso,sete no segundo e cinco no terceiro.
Os brasileiros porém deram uma bagunçada na métrica, colocam rimas, porém não esquecem a concisão, objetividade e poesia. Como se pode ler nesse Haikai do Custódio.
Comecei a fazer Haikai desde que fui apresentada a eles. Muitos deles já vem praticamente prontos em minha cabeça. E dou a eles o tempero brasileiro.
Alguém se habilita?

4 comentários:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Vou habilitar-me, prometo. O fds talvez seja bom conselheiro. Houve tempo em que era fã dos Haikai,m mas perdi a prática.

Lisa Nunes disse...

Eu amo haikais e admiro que o sabe fazer. EU quero fazer um curso com Ricardo Silvestrin, que é um especialista e tanto! Vou me arriscar:
Porto Alegre amanheceu fria,
cinza e Londrina
é o inverno que se anuncia.

Um grande abraço e um lindo final de semana pra você!!

Luz disse...

Carlos
Que coisa boa! E vou curtir lê-lo.
Tomara que o findi tenha sido um bom conselheiro. O meu assim foi.
Beijinhos iluminados

Luz disse...

Lisa

Ficou show!!!
Depois então de fazer o curso com o Ricardo... vai ser profissional.
Beijinhos