sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

CIUMENTOS (AS) DE ANTENA LIGADA


Ouço pela janela um casal de namorados brigando por causa da festa confraternização de final de ano da empresa.

Ele liga para dizer que só os funcionários foram convidados para  festa de final de ano da empresa. Nada de família (namoradas, esposas).

Ela fica uma fera. Diz que sem ela ele não vai não. Que isso não é certo.

Ele diz que quer ir. Melhor que precisa participar.

Ela diz que precisa mais não vai.

Ele desliga.

Fico aqui pensando quantos outros estão passando ou vão passar por problemas como esse.

Nesse tempo de confraternização haja anteninha para os ciumentos de plantão. Alguns (umas) cheios de razão diga-se de passagem.

Fica aqui um dilema:

Quando pode levar família:

v  muitos não curtem , pois tem que dar atenção a família que não conhece todo mundo e vai se sentir deslocada

v  alguns precisam ficar só com a família para estar mais no controle e evitar cenas.

v  Outros preferem nem ir. Trocam a festa pela paz.

v  A confraternização fica comprometida.

Quando NÃO pode levar a família :

v  para uns é " Ih lá vem problema com a D. Encrenca ou Sr Encrenca"

v  uns se sentem excluídos, preteridos

v  outros imaginam que de tudo vai rolar por isso a família foi excluída

v  Outros curtem e se sentem a vontaaaade.

v  Muitos passam dos limites.

v  Muitos vão precisar se explicar em casa.

v  A confraternização vira um problemão.
É mais ou menos assim: se correr o bicho pega, se ficar o bicho come.

8 comentários:

Adooro ter 30!!! disse...

Bom dia Lúcia!!! Isso é realmente um problema. Graças a Deus eu tenho um marido compreensivo e eu também não crio confusão. mas, nessa époco do ano acho importante a integraçãocom a família. Essa é a intenção do natal, das festas de final de ano, não é???
bjos
Lyd

Lucia Luz disse...

Lyd bom dia querida!!!
Penso como você e acho que as confraternizações não deveriam ser necessariamente nessa época do ano.
E muitas confraternizações viram problemas na certa.
Um beijo carinhoso e excelente sexta.
Beijinhos
Lucia

Graça Tristão disse...

Lucia, é verdade "confusão na certa" a família deve ser integrada na confraternização... mas como vc mesma disse alguns vão ficar "desenturmados", aqui em casa já houve na confraternização de meu marido filho com mais de 18 anos não era convidado mesmo morando com os pais... pode? Ter idade para confraterniza... e as crianças quando acontece a noite em algum "barzinho"?!?
Paz e Luz em teu coração
Bjcas
Graça

Regina disse...

Não acho que deveria ser problema essas confraternizações, afinal o ambiente de trabalho é um espaço de quem trabalha lá somente, e não do resto da família. Pra mim é tudo uma questão de maturidade e respeito ao espaço do outro.

Lucia Luz disse...

Graça querida

Isso é complicado mesmo.
Penso que o melhor é que elas aconteçam no próprio local de trabalho.
Por outro lado se não há confraternização durante o ano não vai ser uma festa no final do ano que vai mudar o cenário.
Enfim.
Beijinho

Lucia

Lucia Luz disse...

Regina

Concordo com você mas a nossa cultura é diferente.
Muitos bebem perdem a compustura, outros falam demais e tudo muitas vezes acaba em confusão.
Entre o casal é necessário mesmo maturidade e respeito ao espaço do outro.
Beijinhos

Lucia

Bacouca disse...

Lucia,
Nada de ciúmes nesta ou noutras alturas. Ambos tem que ter a sua liberdade e acho que festa de empresa não alarguem à familia, pois são só os colegas que vão.
Meu marido vai ter a sua festa e eu fico e fico descansada!
Eu tambem terei uma e o meu marido fica e fica descansado!
Beijo

Lucia Luz disse...

Bacouca minha tão querida amiga

Ficou sempre MUITO FELIZ com sua presença aqui.
Na nossa idade não há mais espaço para os ciúmes.
Algumas festas aqui passam dos limites sabe.
Esse espaço de cada um é mais que necessário não?
Beijinhos querida

Lucia