segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Coisas do Coração


Os assuntos do coração precisam ser tratados com delicadeza e gentileza.
Confesso que algumas vezes fui pouco gentil comigo quando o assunto eram as coisas do coração.
A chama do amor é um mistério. Saber exatamente como, quando ela se ascende ou se apaga é difícil. E difícil também são os porques.
Muitas vezes de maneira egoísta quis prolongar uma chama que só ardia em mim.
Queria prolongar aquele amor a todo custo.
É difícil aceitar o "desamor".
E exatamente nesse momento é que achava ter algo de errado comigo.
E acabava me culpando pela chama apagada do outro.
Me culpando, era pouco gentil, generosa, delicada comigo. Com o meu amor.Com a minha capacidade de amar e ser amada.
Nada havia de errado comigo.
Apenas não era pra ser.
E só o tempo tem escolhido o momento certo para me revelar os porques.

11 comentários:

Mike disse...

Hum.. muito enigmática, a menina Luz. Primeiro alguém deixa uma flor à porta, depois escreve (muito bem) coisas do coração... hum... ;)

Luz disse...

Mike,
(risos)
Quem sabe alguém se habilita né?( mais risos...)

* Luciana * disse...

Oi, Luz!

As coisas nem sempre são como gostaríamos que fossem. Ainda mais no campo sentimental, que é um terreno tão delicado de se pisar.
Mas a vida continua e o que importa é o rumo que damos a ela. As oportunidades vão e vêm, disso não tenha dúvida.

Abraços e uma semana iluminada!

Luz disse...

Luciana

Bom te rever!
Uma semana iluminada pra vc também.
Bjim

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Nem sempe a cabeça consegue comandar o coração, né?

Lisa Nunes disse...

Luzcia
Concordo com Mike, que belo texto.

Querer alguém que não te quer é como tentar voar com uma asa quebrada.

Que bom que te deste conta dessa desproporção e do que ela fazia contigo. O seu amor próprio acima de tudo!
Bjos

Luz disse...

Carlos
E muitas vezes é até melhor assim não?
Beijos

Luz disse...

Lisa querida
Vc sempre generosa comigo! Obrigada.
É verdade, o amor próprio precisa estar acima de tudo.
Fico feliz em ter tirado a venda dos olhos do coração!
Beijooooooo

Lisa Nunes disse...

Luz,
"Lembre-se somos apaixonáveis, somos sempre capazes de amar muitas e muitas vezes, afinal de contas...
Nós somos o "Amor" Porque sou do tamanho daquilo que vejo e não do tamanho da minha altura."
Carlos Drummond de Andrade

Luz disse...

Lisa.
Te amo!
Beijo

bacouca disse...

Luz,
Somente quando desistimos "do que deveria ser" podemos experimentar a profunda paz "do que é".
Nunca tenhamos medo do coração...
Beijo